Julio era boliviano e comandava um escritório de arquitetura em Vilhena
Julio era boliviano e comandava um escritório de arquitetura em Vilhena

O arquiteto Julio Alberto Suárez Murillo, pioneiro no município de Vilhena, morreu na madrugada desta quinta-feira, 10, vitima de câncer.

A morte aconteceu na cidade boliviana de Guayaramerim, fronteira com o Brasil, onde ele tinha familiares e estava em tratamento médico.

Julio, que era boliviano de nascimento, comandava um escritório de arquitetura na cidade. Ele foi responsável por várias obras no município. Era casado com Ruth Añez Lojerón.

Julio completou 66 anos na última segunda-feira, 7, e contava com um grande círculo de amizade em Vilhena. O sepultamento ocorrerá em Guayaramerim.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO