JUNIOR DONADON SESSAO MARCOEm março de 2014, o vereador Junior Donadon apresentou o Projeto de Lei n°4241/2014 visando a substituição de lâmpadas tradicionais pelo sistema de iluminação LED em Vilhena.

Para reforçar, o vereador convidou um técnico da Eletrobrás para uma palestra de quase duas horas no plenário do Legislativo, a fim de demonstrar à sociedade, de forma específica, a eficácia do projeto. “Em 4 anos a economia gerada pelo sistema LED pagaria o investimento feito no município”, garantiu, na ocasião, Carlos Alberto Neri.

O projeto foi aprovado no Legislativo, sancionado pelo prefeito e promulgado na Câmara Municipal de Vilhena no dia 31 de março de 2014.

Para Junior Donadon, a mudança dos equipamentos de iluminação seria uma forma inicial para gerar menos custos aos cofres municipais. “Esse é o futuro da iluminação pública no Brasil. Recebemos diariamente aqui na câmara reclamações de moradores sobre iluminação. Com a instalação das lâmpadas de LED, além de acabar com as lâmpadas queimadas, o município economizará no consumo de energia, e poderá realizar expansão elétrica”, salientou.

Porém, após virar Lei, há um prazo estabelecido para o Executivo se adequar às normas prevista que é de 2 anos. Esse prazo vence final deste mês. O vereador, ainda, sugere a terceirização dos serviços de iluminação pública.

R$ 1 MILHÃO DE ECONOMIA EM JOINVILLE

Enquanto Vilhena espera pela implantação da Lei, outros municípios brasileiros agem e economizam dinheiro público. É o caso de Joinville, no Estado de Santa Catarina.

Por lá, o município economiza pelo menos R$ 1 milhão, ao ano, de energia elétrica, com as lâmpadas tipo LED, através do programa de modernização energética implantado pela prefeitura. Outros municípios brasileiros como Curitiba, capital do Paraná; Belo Horizonte capital de Minas Gerais, além de outros de São Paulo, também implantaram o uso de LEDs.

Em termos de capacidade e qualidade de iluminação, as luzes de LED são similares às incandescentes, porém utilizam dez vezes menos energia para isso. Com a sua utilização, a economia na conta pode chegar a 90%. As lâmpadas de LED também se destacam por sua durabilidade. Pode ficar mais 4 anos e meio acessa de forma ininterrupta.

>>> LEIA MAIS NOS LINK ABAIXO:

http://www.ndonline.com.br/joinville/noticias/299681-joinville-economiza-r-1-milhao-ao-ano-com-tecnologia-led-na-iluminacao-publica-e-nos-semaforos.html

http://vejasp.abril.com.br/materia/ppp-para-trocar-iluminacao-publica-por-lampadas-de-led

https://www.ambienteenergia.com.br/index.php/2015/12/iluminacao-publica-de-belo-horizonte-ira-aderir-ao-led-atraves-de-ppp/27673

Prazo estabelecido para o Executivo se adequar às normas prevista que é de 2 anos. Esse prazo vence final de março.
Prazo estabelecido para o Executivo se adequar às normas prevista que é de 2 anos. Esse prazo vence final de março.

Texto e foto: Assessoria

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO