aftosa

 

Fernanda Eleotério Oliveira Costa, de 21 anos, que sofreu acidente de trânsito na noite de ontem quinta-feira, 29, quando transitava com uma moto Biz 125, de cor vermelha, não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde desta sexta-feira, 30, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Vilhena.

Na ocasião, Fernanda que estava grávida de sete meses, seguia pela Avenida Benno Luiz Graebin, sentido Porto Velho, quando colidiu contra o carro VW Gol de cor branca, conduzido pelo policial militar Heleno Alves da Luz, de 41 anos.

Cabo Heleno trafegava pela Rua Francisco Mendes, sentido BR-364, e teria avançado a preferencial, com isso, provocado o acidente.

Após a colisão, uma testemunha relatou a reportagem que o condutor do automóvel teria se evadido do local, mas deve ter se arrependido deu a volta na quadra e retornou, esperando a chegada da viatura e do Corpo de Bombeiros que socorreu a vítima ao Hospital Regional.

A vítima disse aos socorristas que estava sentindo muita dor na barriga, pois estava grávida. Após passar por procedimentos médicos, constatou que a mesma tinha perdido o nenê. Ela foi levada para a UTI, mas não resistiu e morreu.

O corpo de Fernanda será levado para a cidade de Colorado onde moram seus parentes e será sepultada.

Quanto ao cabo Heleno, ele não está na ativa na corporação, está fazendo tratamento médico. Ele passou por exame de corpo de delito e não constatou que estava embriagado. O carro foi levado para a delegacia de Polícia Civil para ser periciado.

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

 

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO