Contratado através do programa federal “Mais Médicos”, pelo menos um dos três profissionais de saúde estrangeiros está praticamente pagando para trabalhar. A denúncia foi feita por internauta do Extra de Rondônia, que pediu sigilo acerca de sua identidade.

De acordo com o denunciante, o médico cubano que atende no distrito de Vitória da União está tendo que se deslocar ao patrimônio com carro próprio, no qual leva a equipe de suporte para desenvolver o atendimento à população. “Isso corresponde a dizer que a equipe está sem transporte para poder trabalhar”.

Outro ponto apontado na denúncia diz respeito a alimentação dos estrangeiros. “De acordo com a Portaria 30 os médicos contratados por este programa federal têm direito a receber alimentação, o que não está ocorrendo”. No entanto, o informante chama atenção para um fato: “a despesas feitas através de processo de compra de alimentos para o Programa Saúde da Família na documentação da secretaria de Saúde”, garante.

O Extra de Rondônia deixa espaço aberto às autoridades municipais de Corumbiara para apresentar sua versão acerca do assunto.

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO