Na tarde desta quinta-feira, 19, a reportagem do Extra de Rondônia entrevistou a coordenadora de biometria de Vilhena, Fabíola Canuto, onde falou sobre quantos eleitores faltam realizar o cadastramento biométrico faltando menos de duas semanas para final do prazo.

De acordo com Fabíola, cerca de 44 mil eleitores já foram atendidos, faltando cerca de 15 mil para atingir os 60 mil eleitores de Vilhena. “As eleições do ano que vem, a identificação do votante será através das digitais”, argumentou à coordenadora.

Canudo ressaltou que o cadastramento biométrico é obrigatório, e a pessoa que não regularizar o título terá consequências como, tirar passaporte, fazer matricula em faculdade ou instituto, empréstimos públicos e também a pessoas que recebem algum tipo de benefício pelo INSS.

A coordenadora ressalta que neste sábado, 21, e no próximo dia 28 estarão atendendo das 08h00 até as 13h00. na Biblioteca Municipal Monteiro Lobato, no centro de Vilhena.

Para se cadastrar, o eleitor precisa ter em mãos documento de identidade válido em todo o território nacional e comprovante de residência, sem esses documentos não é possível realizar o recadastramento.

Para finalizar, Fabiola pede ao eleitor que não deixe de fazer o cadastramento, pois o título é a única arma que a comunidade tem para exigir seus direitos.

Texto e Fotos: Extra de Rondônia

 


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO