Queimada 728×90

 

Na manhã desta quarta-feira, 17, a redação do Extra de Rondônia entrevistou a Chefe da Sessão de Habitação do Ciretran de Vilhena, Silvia Maria Pereira, para detalhar os procedimentos do funcionamento da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e).

De acordo com a chefe, a CNH digital não terá a finalidade de substituir a carteira de habilitação impressa. “Ela vai ser como uma segunda via. Só que numa versão digital”, detalha Silvia.

Maria ressalta que para obter a carteira digital é preciso ter a CNH no formato com QR code e depois o habilitado ir ao Detran, onde foi emitida a habilitação impressa para confirmar a liberação. Em seguida cadastra-se no “Portal de Serviços do Denatran” para obter um código de ativação que será enviado por e-mail ao usuário inscrito, baixar o aplicativo gratuito da CNH digital e finalmente poderá adquirir a carteira eletrônica.

Pereira enfatizou que CNH digital já está disponível e que não há taxa, pois será gratuita a aquisição do documento. “Qualquer habilitado pode solicitar a carteira digital. Desde que o motorista tenha a nova habilitação. No caso de quem não possui a nova CNH, deverão ir até o Ciretran para solicitar a alteração da carteira e pagar uma taxa de R$ 104”, destacou a chefe.

Silvia finalizou informando que caso o habilitado perca ou sofra um roubo do smartphone com a CNH digital, o usuário deverá bloquear o documento. Se tiver o certificado digital, pode entrar no “Portal de Serviços do Denatran”, solicitar o bloqueio ou ir até algum órgão responsável.

Silvia Maria Pereira, Chefa da Sessão de Habitação do Ciretran de Vilhena

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

segurança – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO