O crime ocorreu na tarde desta quinta-feira, 29, próximo a Panificadora Delícia, localizada no Bairro 5° Bec, em Vilhena.

Quando uma a Radiopatrulha (RP) do Centro chegou à referida panificadora, fez contato com as vítimas que afirmaram terem tido dois aparelhos celulares roubados por um jovem, que se aproximou em uma bicicleta e portando uma arma de fogo.

Como um dos celulares levados pelo agente possuía sistema de rastreamento, os militares saíram em diligências seguindo o sinal emitido pelo aparelho, que os levaram até ao Restaurante Paraíso, localizado no Jardim Eldorado, onde fizeram contato com uma adolescente de 14 anos, que afirmou ser filha do proprietário e que negou ter visto o suspeito do crime adentrando ao local.

Como o estabelecimento estava aberto ao público no momento da abordagem, os policiais realizam buscas, encontrando em um dos banheiros, um jovem bastante alterado, que possuía as mesmas características do assaltante, descritas pelas vítimas.

Ao se ver sem saída, o jovem acabou confessando a prática do crime, levando os militares até uma área restrita para funcionários, onde estava o simulacro usado por ele e um dos aparelhos celulares roubados. O infrator afirmou ainda, que o segundo aparelho tinha sido entregue para a filha do dono do restaurante, para que fosse formatado.

Enquanto estavam no local, os militares foram informados pela central de que denúncias anônimas davam conta de que o proprietário do estabelecimento possui o hábito de receptar aparelhos celulares de procedência duvidosa e  que o suspeito era seu funcionário.

Em posse das informações, mais uma vez a menor que estava no caixa do estabelecimento foi questionada se conhecia o infrator e esta negou, porém, em certo momento o chamou pelo nome, mostrando que possuía certa afinidade com o suspeito.

Por fim, foi feito contato com o proprietário, que também negou conhecer o agente,  no entanto, este relatou que no local lhe davam abrigo e alimento.

O aparelho celular, que segundo o agente havia sido entregue para a menor formatar, foi localizado dentro do balcão do caixa, onde somente os donos do restaurante têm acesso.

Diante dos fatos, pai, filha e o agente do crime foram conduzidas até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para serem tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO