A Polícia Civil, através do 3° DP, concluiu as investigações que se apuravam crimes de falsidade ideológica e uso de documentos falsos praticados por Clemilson M. S., o qual havia fugido de uma cidade do interior do Estado do Maranhão após ter praticado um bárbaro homicídio contra a própria mulher. A vítima foi morta a tijoladas na cabeça.

Depois de cometer o brutal crime, o homem fugiu para Porto Velho e conseguiu fazer uma nova cédula de identidade junto ao Instituto de Identificação de Rondônia, assumindo a partir de então nova identidade civil com o nome Bernardo Clésio M. S., passando então, desde o ano de 2012 a trabalhar na construção das Usinas do JIRAU e Santo Antônio onde firmou contratos de trabalho junto as construtoras usando os documentos falsos.

Com as informações colhidas pelos investigadores do 3° DP, o suspeito foi preso no Estado do Mato Grosso trabalhando na construção de outra Usina.

Fonte: Balanço Notícias

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO