Adilson solicitou o adiantamento do repasse ao Legislativo

A assessoria da prefeita Rosani Donadon enviou ao Extra de Rondônia, nota rebatendo acusações feitas por vereadores.

O grupo ameaçou ir à justiça para “impedir que a prefeita inviabilize financeiramente a gestão do prefeito interino, Adilson de Oliveira (FOTO)”.

Eles garantem que a prefeita estaria fazendo pagamentos que não são prioritários.

 

>> LEIA, ABAIXO, A NOTA NA ÍNTEGRA:

A assessoria da prefeita Rosani Donadon (MDB) vem a público esclarecer que os pagamentos honrados por ela é o salário, parte do décimo terceiro, encargos, ticket alimentação, IPMV, INSS, imposto de renda, insalubridade dos servidores da saúde, além de fornecedores para garantir a manutenção da máquina pública.

A suposta denúncia da casa de leis é infundada, vazia e politiqueira, uma vez que o presidente da câmara, Adilson de Oliveira (PSDB) entrou em contato com o secretário de fazenda, Sérgio Nakamura, e solicitou o adiantamento do repasse ao Legislativo. O secretário pediu e a prefeita o autorizou a efetuar o repasse de R$ 737.546,27 referente ao mês de abril ao poder legislativo, fato inédito na história administrativa do Município, que só é possível graças a retidão e austeridade da administração Rosani Donadon.

Quanto ao caso do precatório, o Município o paga dentro de uma ordem cronológica estipulada pela justiça, mesma ordem que qualquer gestor deverá seguir. A prefeitura não rescindiu nenhum contrato de fornecimento de combustível e não há débitos a serem pagos posteriormente.

Lamentavelmente trata-se de uma  matéria politiqueira orquestrada por um grupo que deseja voltar ao poder. Sabe-se que o presidente da câmara de vereadores é pré-candidato a prefeito, e esse tipo de ataque é comum. Como diz o ditado, “alguns vereadores administram com a língua”, e logicamente podem falar o que bem entender, até mesmo ataques infundados. A prefeita Rosani Donadon esteve na casa do presidente da câmara no último domingo, 15, e se colocou à disposição de Adilson nesta fase de transição. O portão do condomínio foi aberto às 18h inicialmente pelo pastor Valtair e na saída, por volta das 19:15h, pelo vigilante Valmir. Depois disso, o presidente não teve interesse em procurar a prefeita Rosani Donadon, exceto para pedir o repasse da câmara ao secretário de fazenda.

Vale ressaltar que os pagamentos foram feitos pela prefeita Rosani Donadon dentro da lei, primando pelo bem-estar dos servidores e uso do dinheiro público, a preocupação número um de qualquer servidor.

Texto: Assessoria

Foto: Extra/Arquivo

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO