Os alunos da Escola Estadual Colina Verde, localizada no Distrito de Rondolândia, continuam sem poder ir para escola por falta de transporte escolar em Corumbiara.

As aulas deveriam ter iniciado no dia, 14 de fevereiro, mas até o momento o transporte escolar não foi disponibilizado aos estudantes. Cabe destacar que  o transporte educacional é locado pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de educação (Semed) por meio de  convênio junto à Secretaria Estadual de educação e Cultura (Seduc) e o Governo de Rondônia.

Diante do problema foi realizada uma reunião no dia, 10 de abril, onde os pais resolveram procurar a Semed para buscar esclarecimentos e uma solução para o problema.

Ao procurar a secretaria, a comunidade escolar foi informada que deveriam esperar o prazo legal de cinco dias para a empresa vencedora do processo licitatório se manifestar e disponibilizar os veículos para iniciar os trabalhos. Na ocasião o secretário municipal de educação, Luís Carlos Dala Costa, se comprometeu a ir em uma reunião na Escola Colina na última sexta-feira , 13, às 15h00 para apresentar o desfecho do caso.

Na data marcada, o secretário compareceu na reunião e informou à comunidade que a empresa não cumpriu com os prazos previstos em edital e que a mesma seria desclassificada. E ainda pontuou que a segunda empresa classificada seria imediatamente convocada para a apresentação dos veículos, assinatura de contrato e início da prestação do serviço de transporte.

Durante a reunião o secretário reforçou o compromisso de que em nenhuma hipótese, o prazo para a apresentação da primeira empresa seria prorrogado. Mas nesta quarta-feira, 18, a representante da Coordenação Regional de Educação de Cerejeiras (CRE), Maria Ferreira, relatou em reunião com os servidores da escola que a prefeitura municipal prorrogou o prazo em 15 dias úteis para a primeira empresa que havia se classificado.

Diante dos fatos, os servidores solicitaram que fosse agendada uma nova reunião com toda a comunidade escolar nesta quinta-feira, 19, as 09h00 nas dependências da escola para discutir alternativas e acelerar o processo licitatório para que as aulas possam iniciar e os alunos não se prejudiquem ainda mais.

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Ilustrativa/Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO