Um homem de 40 anos acionou a Polícia Militar na manhã de quarta-feira, 18, afirmando que havia recebido informações de que seu veículo Fiat Strada, que tinha sido furtado na cidade de Ariquemes no último dia 04, se encontrava apreendido na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena, porém, em contato com uma empresa de vistoria veicular da cidade, foi novamente informado de que seu carro tinha sido vistoriado no local, mas não estava apreendido, e sim em posse de um funcionário do Fórum desta comarca.

Diante da solicitação do denunciante, uma guarnição da Polícia Militar se deslocou até o Fórum, localizado na Avenida Luiz Maziero, no Jardim Eldorado, onde em contato com o funcionário, de 29 anos, que segundo a vítima, estava em posse de seu veículo, este relatou que havia compra o automóvel da pessoa de Josias Marques da Silva no dia 04 do mês corrente e que este apresentou uma procuração legal, onde constava que o mesmo tinha autorização para vender o carro, trocar, doar, etc. Procuração esta, que o comprador afirmou estar em sua posse.

O comprador alegou também, que no dia da compra realizou uma consulta aos sistemas do DETRAN e não havia registro de furto do veículo.

Diante dos fatos, o dono do automóvel relatou que realmente seu veículo havia sido furtado com a referida procuração de ple os poderes em nome de Josias Marques da Silva dentro, assim como o recibo preenchido em seu nome, no entanto, só pode efetivar o registro de furto do automóvel nove dias depois.

Por fim, o comprador alegou, que o recibo foi preenchido pelo próprio vendedor e que os trâmites da tranferência foram realizados por um despachante local,  assim como também afirmou ter sido intimidado pelo proprietário, que chegou em seu local de trabalho dizendo que de qualquer forma levaria o veículo.

Ao ser questionado sobre o paradeiro do carro, o comprador entregou espontaneamente para facilitar os trabalhos da polícia, sendo os envolvidos conduzidos até a delegacia para prestarem esclarecimentos ao delegado de plantão.

 


Texto: Extra de Rondônia   
Foto: Ilustrativa



sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO