Kelvin Ferreira de Souza Silva, 26, foi executado com 11 tiros de pistola durante a noite de domingo  (22), no ramal Jatuarana em uma comunidade denominada como Riacho Azul,  às margens esquerda da BR-319, a cerca de 20 quilômetros após a ponte do Rio Madeira, em Porto Velho. A esposa dele e a filha de sete anos por muito pouco não foram atingidas pelos tiros.

De acordo com informações obtidas no local, a vítima estava em um carro modelo Voyage na companhia da esposa e da filha e seguiam sentido ao sítio de um  familar, quando viram uma jaqueta jogada no meio da via. Kelvin pediu para que a esposa parasse o veículo e quando ele desceu para pegar a jaqueta, um suspeito saiu de dentro do matagal efetuando vários tiros contra a vítima.

O suspeito também efetuou disparos contra o carro, a mulher acelerou e por sorte ela e a filha não foram atingidas e buscaram ajuda em um sítio. A PM foi acionada junto com o Samu.

A mulher retornou ao local com um primo da Kelvin, colocaram ele dentro do carro e voltaram para o sítio. Porém, com a chegada da ambulância, o médico constatou que a vítima já estava sem vida. A Perícia Pécnica e policiais civis da Delegacia de Homicídios foram acionados para fazer os trabalhos de praxe.

A polícia suspeita de crime motivado por acerto de contas. Após a finalização da perícia, o corpo foi removido para o Instituto Médico Legal.

Fonte: Rondoniaovivo

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO