Na última semana o Extra de Rondônia recebeu denúncias de que um grupo de vendedores ambulantes de caqui, que estavam instalados em vários pontos da cidade de Vilhena, estaria fazendo uso de balanças que chegavam a furtar até 400 gramas por quilo do produto vendido.

Diante das informações, a reportagem do site foi a campo e efetuou uma compra em uma banca localizada em frente ao Banco do Brasil, onde pagou o valor de R$ 10,00 no quilo da fruta.

Porém, a vendedora afirmou que havia dado cerca de 1,200 quilogramas, mas que deixaria a quantia pelo valor acima mencionado. Ao sair do local, a reportagem levou os quatro frutos até um supermercado próximo e pesou os mesmos em duas balanças diferentes do estabelecimento, que foram unânimes em apontar o peso exato de 980 gramas, ao contrário do informado pela vendedora, dando uma diferença de 220 gramas. No entanto, alguns denunciantes afirmaram que chegaram a perder até 400 gramas na pesagem da balança da vendedora.

Em posse das informações, o site comunicou a investigação da Polícia Civil, que se comprometeu a apurar o caso.

Texto e foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO