A Delegacia de Combate à Corrupção da Polícia Federal (PF) em Rondônia deflagrou, nesta sexta-feira, 27, a Operação Xeque-Mate, com o objetivo de cessar o desvio de recursos federais repassados por meio de convênios à Associação Beneficente dos Enxadristas e Damistas de Rondônia.

A investigação teve início com base em informações fornecidas pela Controladoria-Geral da União (CGU/RO), que auxiliou a Polícia Federal durante as averiguações.

Os fatos apurados envolvem a execução irregular de dois convênios firmados com o Ministério da Cultura, que totalizam R$ 424.695,62, e outros dezesseis projetos apresentados pela entidade a diversos ministérios, cuja soma corresponde a mais de 4 milhões de reais (R$ 4.218.605,32).

A organização fabricou a documentação apresentada para a celebração dos convênios, utilizando indevidamente nomes de terceiros para “esquentar” declarações de parceria e de capacidade técnica, falsificou assinaturas, cotações de preço e certidões públicas e informou número inverídico de funcionários.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão, bloqueio nas contas bancárias da associação e sequestro de bens obtidos fraudulentamente. Os envolvidos responderão pelos crimes de peculato, falsificação de documentos públicos e particulares e falsidade ideológica.

Fonte e Foto: PF/Assessoria

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO