Adilson e Maria José : dupla tucana pode ser lançada na eleição

** NOVO PREFEITO

O vereador Adilson de Oliveira (PSDB) assumiu o cargo de prefeito de Vilhena de forma interina. Ele substitui Rosani Donadon, que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Adilson, que era presidente da Câmara, ficará durante o tempo que dure a realização da eleição suplementar. Leia AQUI. A equipe do Extra de Rondônia parabeniza o novo gestor e se coloca à disposição, esperando que sua missão seja melhorar a qualidade de vida dos munícipes.

 

** ELEIÇÃO NA RUA

Informalmente, a eleição suplementar em Vilhena já começou a todo vapor. As cutucadas entre simpatizantes de candidatos “A” e “B” se concentram nas redes sociais. Por enquanto, o  pleito está polarizado por dois grupos. E são os mesmos que se enfrentaram- na eleição municipal de 2016: a família Donadon X  o grupo do Japonês. Porém, outras alternativas começam a surgir através de siglas como o Partido dos Trabalhadores (PT) e o PSDB.

** POLARIZAÇÃO

Da família Donadon (se a justiça permitir) certamente será a ex-prefeita Rosani. Os oposicionistas à ex-mandatária devem lançar, mais uma vez, Eduardo “Japonês”. O  PT ensaia lançar o advogado José Francisco Cândido e o PSDB quer uma chapa puro-sangue entre Adilson e a ex-vereadora Maria José da Farmácia, que também presidiu a Casa de Leis.

** PURO-SANGUE

Com relação ao PSDB, o presidente municipal da sigla, Junior Pintor, se posicionou através da rede social Facebook. Disse que Adilson e Maria José formariam uma ótima dupla, já que eles “souberam administrar corretamente o dinheiro do povo e juntos economizaram quase R$ 4 milhões em 1  ano e 5 meses”. Concluiu seu raciocínio alertando os soldados tucanos dizendo que “não vamos contaminar o PSDB”. O que ele quis dizer nesta última frase?

** VAI CONCLUIR MANDATO

Contudo, Oliveira revelou à imprensa que foi convidado pela diretoria estadual, mas não pretende ser candidato na eleição suplementar, tendo como foco concluir o mandato que lhe foi confiado pelo voto popular. Ele deve apoiar as pretensões de Eduardo Japonês.

** PINÓQUIOS

O governador Daniel Pereira vem mais uma vez com aquela velha conversa de revitalização da estação telegráfica de Vilhena. Disse que o local pode se tornar ponto turístico. Rapaz, os vilhenenses estão cansados desse papo-furado que se alastra há 8 anos. É a mesma conversa fiada do escritor Júlio Olivar toda vez que visita Vilhena.  Depois eles reclamam quando são taxados de Pinóquios pelo radialista Alexandre Lima. Sem comentários!

** ACÓRDÃO I

Uns elogiam, outros criticam. Essa é a vida do jornalismo. Se existirem estas contradições numa matéria, significa que ela foi bem redigida. É isso que aconteceu na matéria do Extra de Rondônia intitulada “Acórdão divulgado pelo TSE diz que Rosani Donadon está elegível”. Conforme determina o jornalismo, não houve juízo de valor e o editor apenas se dedicou a transcrever, numa poucas linhas, o conteúdo do documento oficial do TSE, que oficializou a cassação do mandato da ex-prefeita Rosani Donadon (MDB), inclusive com a íntegra do teor. Leia AQUI

** ACÓRDÃO II

O título citado acima é uma interpretação do que diz o documento. O quesito número 15, explica que: “Na espécie, o exaurimento do prazo de inelegibilidade ocorreu em 5.10.2016, três dias após as eleições realizadas no referido ano, de modo que não é possível afastar a incidência do óbice à candidatura da recorrida Rosani Terezinha Pires da Costa Donadon no pleito de 2016, devendo o seu registro ser indeferido”. Ou seja: foi cassada porque – segundo o TSE – Rosani não estava apta a disputar a eleição de 2016. Porém – e sempre há um porém -, no dia 5 de outubro de 2016 esgotou este prazo.

** ACÓRDÃO II

O site também destacou que o pedido de registro de candidatura de Rosani, caso ela decida mesmo disputar a eleição suplementar, será analisada pelo juiz local. O indeferimento do registro ao qual o acórdão se refere é ao pleito de 2016, não ao de 2018. A oposição à ex-mandatária, que não gostou das poucas palavras que foram publicadas, revidou. Mandou publicar o contrário.

** HINO SEM VILHENA

Alguém já prestou atenção na letra no Hino de Vilhena? Diferente que os hinos do Brasil e do Estado de Rondônia, a música do “Portal da Amazônia” não menciona a palavra “Vilhena” na letra. Destaca, contudo, a Casa de Rondon e a Chapada dos Parecis. Só pra refletir!

** CONCLUINDO

Os novos secretários municipais da prefeitura de Vilhena serão conhecidos nesta segunda-feira, 30. O prefeito convocou os profissionais de imprensa para coletiva, que inicia às 10h, no gabinete do paço municipal.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

sicoob credisul
vacina 728×90