O caso foi registrado no final da manhã de quarta-feira, 02, por um casal residente na cidade de Comodoro/MT, que tinha vindo a Vilhena para sacar um benefício do FGTS e dar entrada nas parcelas de um seguro desemprego.

Segundo relatos da mulher, de 28 anos, quando saíam da agência da Caixa Econômica Federal, passou por eles um senhor, que simulou colocar uma carteira no bolso a deixando cair. Diante do ocorrido, seu marido, de 35 anos, de imediato recolheu o pertence e devolveu a seu dono, que começou a elogiá-lo, assim como um segundo suspeito, que se aproximou do local, alegando que ambos mereciam uma recompensa.

Após muita insistência da dupla em gratificar o casal pela ação, as vítimas decidiram acompanhar os agentes até as proximidade da loja Sulmov, localizada na Avenida Capitão Castro, onde os infratores afirmaram ficar situado o escritório de contabilidade no qual um deles trabalhava e onde certamente seu chefe iria gratificá-los.

Enquanto o casal aguardava no local na companhia de um dos suspeitos, o outro se dirigiu a um prédio próximo, deixando com o casal um envelope contendo uma grande quantia em dinheiro, como forma de garantia que voltaria ali, que apenas iria falar com seu patrão para ver com quanto do valor do envelope poderia gratificar os mesmos.

Cerca de 10 minutos depois, o suspeito retornou e afirmou que seu chefe estava em reunião, mas que tinha interesse em conhecer os benfeitores, momento em que solicitou que o casal entrasse no prédio e que a mulher deixasse com ele sua bolsa,  que continha o valor de R$ 3 mil que haviam acabado de sacar na agência bancaria, além de mais $R 300, 00 que traziam da viagem, assim como todos os documentos pessoais da mulher e uma certidão de nascimento da filha do casal.

Devido não terem localizado no prédio indicado o escritório onde um dos suspeitos afirmou trabalhar, o casal retornou e percebeu que os meliantes já tinham empreendido fuga do local. Já no envelope deixado nas mãos de uma das vítimas, havia algumas promissorias de valores altos e uma maço de papel enrola em um anota de R$ 50,00, simulando uma grande quantidade de dinheiro.

Diante dos fatos que comprovavam que ambos foram vítimas de um golpe, o casal procurou a polícia e confeccionou um boletim de ocorrência para que o caso seja investigado. Até o momento ninguém foi preso.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustrativa

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO