O vigia do Hospital Municipal de Colorado, Edson Dias de Oliveira, de 39 anos, detido no início da tarde de sexta-feira, 04, após ser interceptado por uma guarnição da Polícia Militar na altura da linha 2, quando supostamente tentava entrar no município portando uma pequena quantidade de crack e ainda tentou fugir, procurou a redação do Extra de Rondônia a fim de dar sua versão dos fatos.

Segundo Edson, a droga localizada pelos militares, que no boletim de ocorrência consta como tendo sido dispensada pelo carona Luiz Ricardo dos Anjos, de 32 anos, não era de sua propriedade.

Apesar de no registro da ocorrência constar posse de entorpecente e desobediência, Edson alega que não entende o que realmente aconteceu, pois não desobedeceu à ordem de parada dos policiais, que o abordaram e depois se dirigiram até sua residência, o algemaram e o levaram para a delegacia.

“Difícil explicar o que aconteceu, pois a droga não era minha e os policiais me deterem por direção perigosa, mas não me multaram”, afirmou o vigia.

Por fim Edson, que foi liberado mediante termo circunstanciado, afirmou que assim que prestar depoimento de fato, dará mais esclarecimentos à população.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustrativa

sicoob credisul
vacina 728×90