Prefeito Adilson de Oliveira

Os Jogos Escolares de Vilhena (JEV’s) tiveram sua abertura oficial na noite da última sexta-feira, 18.

Diversas autoridades políticas marcaram presença, como o prefeito Adilson de Oliveira (PSDB) e o secretário municipal de esportes, Délcio de Oliveira. Ambos são irmãos. Leia AQUI

Segundo a organização, compareceu um público estimado em 3.200 pessoas, superando o JEV’s de 2017 que teve 2.500 na abertura.

Ao discursar, o prefeito elogiou Délcio, que dias atrás foi criticado pelo ex-titular da Semec, Natal Pimenta Jacob. Leia AQUI

Na abertura, Délcio disse que, para a realização dos jogos, Natalzinho deixou R$ 74 mil. Mas que, com economia, o evento terá um custo de 10% do valor estimado para gastar.

 >>> LEIA, ABAIXO, A MATÉRIA ENVIADA PELA ASSESSORIA DE IMPRENSA DO PREFEITO:

 

Competência, organização e economia marcam abertura do JEV’s 2018

Na noite da última sexta-feira, 18, o prefeito Adilson de Oliveira e o secretário de Esportes, Délcio de Oliveira, abriram oficialmente os Jogos Escolares de Vilhena (JEV’s/2018).

O evento contou com a presença de autoridades municipais civis e religiosa, além, segundo a organização, de um público recorde de mais de 3.200 pessoas, superando o JEV’s de 2017 que teve apenas 2.500 pessoas assistindo a abertura.

A abertura do JEV’s, que segundo pessoas presentes na noite festiva, foi a mais bonita dos últimos cinco anos. “Estamos muito contentes e logo pela abertura vimos que tudo isso é a prova da competência do secretário de Esportes, Delcio de Oliveira, que a poucas semanas foi chamado, pelo Natalzinho, de incompetente. Acompanhei tudo pela imprensa quando o Natalzinho disse nos sites que não havia tempo hábil para realizar as licitações necessárias para a realização dos jogos”, comentou um desportista vilhenense que pediu para que seu nome não fosse revelado.

A equipe organizadora disse que “todos com conhecimento técnico sabem que, dentro de uma estrutura de gestão política baseada em organização e competência, é necessário um período mínimo de 45 dias para que uma licitação seja realizada. O Délcio teria oito dias para isso, o que se tornava impossível de acontecer”.

Membros da organização revelaram ainda que, mesmo com as fortes palavras que recebeu, “o secretário decidiu não responder com palavras, mas provar não só sua competência, mas seu compromisso com os alunos que não mereciam perder esse evento por questões políticas, pois é por eles e para eles que os jogos escolares são realizados”.

Um dos maiores incentivadores para que o JEV’s acontecesse foi o prefeito Adilson de Oliveira. “Nós não vamos cancelar os jogos, não vamos tirar o sorriso do rosto dessas crianças que esperam há tanto tempo para que esse evento acontecesse. Nós vamos fazer e vai ser um dos melhores que essa cidade já viu”, disse o prefeito Adilson de Oliveira dias antes da abertura da competição onde determinou empenho do secretário Délcio da Semec.

Com trabalho e dedicação, Delcio conseguiu parcerias para realização do evento. Ele recebeu do ex-secretário, Natal Pimenta (Natalzinho), uma planilha de custos orçada em 74 mil reais para realização dos jogos. “Estamos realizando o JEV’s com cercas 10% do valor que o ex-secretário tinha estimado para gastar”, revelou Délcio.

A visão de organização e competência do atual secretário da Semec foi elogiada pelo prefeito. “Quando eu convidei o Délcio para assumir essa secretária, eu tinha certeza que estava colocando uma pessoa competente, compromissada e apaixonada pelo Esporte. Ele não precisa atacar ninguém pra mostrar trabalho. Ele faz, competência é isso, é fazer um evento dessa magnitude com o mínimo de recurso e o máximo de qualidade é assim que administramos e eu tenho certeza que esse será um dos melhores jogos escolares que essa cidade já viu”, disse o prefeito Adilson de Oliveira.

 

Texto: Extra de Rondônia (Com assessoria)

Foto: Assessoria

sicoob credisul
vacina 728×90