A reportagem do Extra de Rondônia foi solicitada a comparecer na emergência do Hospital Regional de Vilhena na noite desta segunda-feira, 21, por pacientes que aguardavam na fila desde às 07h00 e até o momento não tinham sido atendidos por um médico.

Dos relatos diversos de pacientes que passaram o dia no local com dores e mal estar diversos, uma mulher relatou ter chegado antes das 08h00 cuspindo sangue, devido uma forte inflamação na garganta, sendo atendida por volta das 10h00, porém, ainda não tinha conseguido passar pelo retorno com seus exames, que foram realizados de forma particular.

Além dos inúmeros pacientes, entre adultos e crianças, que não conseguiram retorno, alguns sequer tinham sido examinados pelos médicos.

Para reportagem do site, uma funcionária relatou que durante o dia foi realizada uma reunião com os médicos para solucionar um problema, que a mesma não quis relatar, e que no período da noite,  a situação ia ser regularizada.

Como os pacientes afirmaram que em nenhum momento a diretoria da unidade deu satisfação sobre o problema que deixou todos sem atendimento durante o decorrer do dia, o site tentou entrar em contato com a atual diretora, Ana Carla, porém, o número de telefone fornecido pelos próprios funcionários, estava fora de área.

Um jovem que sofre de hérnia e se queixava de fortes dores, alegou que chegou na unidade no período da manhã e tinham 10 pessoas em sua frente, porém, as 20h00, o mesmo questionou a atendente sobre o andamento da fila e esta relatou que dos dez, tinha sido atendido apenas um.

O site deixa espaço para a diretoria da unidade caso queira se pronunciar sobre o assunto.

Texto e fotos: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90