A Lei municipal 4.857/2018, que normatiza o tráfego e estacionamento de veículos pesados no perímetro urbano em Vilhena, ainda não saiu do papel.

Devido a esta situação, no entanto, muitos motoristas conhecem a proibição.

Criada em 2005, a Lei proíbe, durante o dia, do trafego e estacionamento de veículos acima de seis toneladas no perímetro urbano de Vilhena. O horário estabelecido para trafegabilidade destes veículos é das 20h00 às 06h00.

Em entrevista ao Extra de Rondônia, o secretario municipal de trânsito, Paulo Viera Gonçalves, disse que a Lei existe, mas para ser resolvida essa questão, é preciso de tempo.  “Assumi a pasta sem ter verba para abastecer os veículos, tendo que pagar do meu bolso. Mas esse problema foi resolvido. Agora, precisamos de material para confecção das placas sinalizadoras e mídia para a coisa andar. Estarei indo para Porto Velho para conseguir sinalização, divulgação e fiscalização mediante um convênio com Polícia Militar para a lei ser levada à sério”, pontou Gonçalves.

O funcionário público Luiz da Silva, 28, disse que tem um vizinho caminhoneiro. E todas as vezes que ele estaciona o veículo tem dificuldade de sair de casa com seu carro por causa do caminhão. “O veículo é grande, acaba deixando sem visão e impede a nossa passagem. A atenção precisa ser redobrada”, comentou o servidor.

Um motorista que mora na região central de Vilhena, que não quis se identificar, diz que ouviu sobre a Lei, porém não viu nenhuma placa sinalizando a proibição das carretas ou caminhões. “Nesse caso, onde vamos colocar os caminhões? É complicado. Além de pagar impostos, não ir de caminhão para casa é um problema”, salientou o motorista.

Lei proíbe, durante o dia, do trafego e estacionamento de veículos acima de seis toneladas no perímetro urbano de Vilhena

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90