Queimada 728×90

 

Ozéias Cassimiro de Camargo, de 33 anos, suspeito de ter ateado fogo no corpo do marido, Daniel Reis de Camargo, de 38 anos, que teve 90% do corpo queimado no dia 26 de setembro deste ano e morreu no dia seguinte na UTI do Hospital Regional de Vilhena, se apresentou a Polícia Civil nesta quarta-feira, 17.

De acordo com o delegado Núbio Lopes, responsável pelo caso, o contato foi feito por intermédio do pai de Ozéias, que afirmou a intenção do filho em se apresentar.

Após cerca de 24 horas de contato entre a Polícia Civil e o pai do suspeito, foi fornecido o endereço onde Ozéias se encontrava, tendo sido feita deslocamento ao local.

O homem, que não estava em companhia de um advogado, foi conduzido até a delegacia, onde foi colhido seu depoimento e seguidamente, foi entregue na Casa de Detenção.

Texto: extra de Rondônia

Foto: Rede Social

 

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO