Queimada 728×90

 

O projeto de lei 104/2018 que institui taxa de contribuição para custeio do serviço de iluminação pública (Cosip) enviada pelo prefeito Airton Gomes (PP) para apreciação e votação dos vereadores de Cerejeiras, causou repulsa de alguns parlamentares.

O vereador Valdecir Atílio Kluch (PR), usou a tribuna da Casa na última sessão, onde expôs seu ponto de vista, na qual diz que: “o projeto é legal, mas é imoral cobrar taxa de iluminação pública de sitiantes que vão à cidade duas a três vezes por mês”.

Contudo, o vereador pediu vista para que os colegas possam analisar melhor o projeto e votar com consciência, sabendo que: “de uma forma ou de outra irão impor aos sitiantes que tanto sofrem na área rural, mais uma taxa que não vai agregar valor ao trabalho desenvolvido e sofrido no campo”.

A autoria do projeto é do executivo, na qual explica que o sitiante quando está na cidade usufrui da iluminação pública e por isso deve contribuir.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO