Os moradores da cidade portal da Amazônia recebem todo o ano a visita do ilustre velhinho na tradicional “Casa do Papai Noel”, localizada na Praça Nossa Senhora Aparecida. Durante sua estadia como o Noel, o interprete Vilmo Aparecido Mendes de 55 anos, recebe abraços de crianças e adultos, posa para fotos e distribui balas.

Vilmo é servidor público, e atua como o velho Noel há 20 anos. Este é o segundo ano consecutivo que está na casinha interpretando o personagem.

Segundo ele, a casa fica aberta todos os dias das 18h00 até às 22h00, e está repleta de enfeites, o que tem chamado à atenção de quem passar por ali.

“Não tem ninguém que passe por aqui e não queira dar uma ‘espiadinha’ na decoração, até porque estamos em uma das praças mais movimentadas de Vilhena. É ai que as pessoas acabam se empolgando e registrando o momento”.

O Noel narra que não são apenas crianças que visitam e tiram fotos, há pessoas de todas as idades, mas de acordo com ele, os idosos são os que mais se empolgam.

Para o Papai Noel receber visitas na casinha é um momento prazeroso e de emoção. “Acho gratificante quando entrego uma balinha ou abraço as pessoas. De todos que recebo, as crianças são as que mais me surpreende, principalmente quando entregam a carta e contam que não querem ganhar nada, apenas desejam a paz mundial”.

O servidor finalizou relatando que trabalha como Papai Noel de forma voluntária. Vilmo conta também com a ajuda do sobrinho Bruno, que se veste como o personagem natalino, e com o apoio de algumas empresas vilhenenses que contribuem doando balas e brinquedos.

Vilmo Aparecido Mendes e o sobrinho Bruno

Texto e fotos: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO