O delegado Núbio Lopes, responsável pela Delegacia de Homicídios de Vilhena, apresentou na manhã desta quinta-feira, 27, a conclusão do inquérito que investigava a morte de José Raimundo Soares, ocorrida no dia 12 do mês corrente, em uma fazenda localizada a cerca de 10 km de Chupinguaia. (Reveja AQUI)

Na ocasião, a vítima foi atingida com um tiro de espingarda no peito, efetuado pelo colega de trabalho Devanir dos Santos, de 39 anos, vulgo “Palito”.

Devanir, que aguardou a chegada da Polícia Militar e que confessou o crime, relatou que matou o colega em decorrência de uma briga ocorrida na noite anterior, quando ambos foram até um bordel e acabaram se desentendendo por causa de uma das prostitutas.

De acordo com o Núbio, devido à apresentação espontânea do suspeito e ao fato de seu depoimento não divergir em nenhum aspecto aos de testemunhas, o caso foi elucidado ser percalços.

Diante dos fatos, Devanir foi indiciou por homicídio qualificado por motivo torpe, sendo recolhido à Casa de Detenção, onde aguardará julgamento.

 

Texto e foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO