aftosa 728×90

A falta de informações da Secretaria Municipal de Educação (Semed) fez com que inúmeros pais corressem para tentar garantir vaga nas escolas públicas municipais com o início das matrículas nesta segunda-feira, 7, em Vilhena. Relembre AQUI

Apesar do Direito à Educação ser uma garantia constitucional, pais ficaram mais de 24 horas em filas e dormiram em escolas municipais.

Entretanto, uma cena inusitada aconteceu na tarde deste domingo, 6, na escola municipal de educação infantil professora Aparecida da Silva, localizada no final da avenida Paraná: pais tiveram que se abrigar numa igreja para “fugir” da chuva, já que a escola estava fechada.

De acordo com informações colhidas pela reportagem do Extra de Rondônia, os pais chegaram à unidade educacional por volta das 06h, e tiveram a informação de que somente às 16h00 abririam os portões para atendimento ao público. Contudo, a chuva começou a cair por volta das 15h00 e os pais correm à igreja, único local disponível no momento para se proteger.

A direção da escola só teria iniciado o atendimento às 17h30. Durante à noite, pais dormiram na unidade educativa.

O Extra de Rondônia deixa espaço à disposição da assessoria da Semed para eventuais esclarecimentos.

 

https://

 

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Divulgação

Vídeo: Divulgação

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO