aftosa 728×90

 

Na manhã desta terça-feira, 08, uma guarnição da Polícia Militar, responsável pelo patrulhamento do Bairro Cristo Rei, prendeu um apenado que tocava uma boca de fumo no Bairro Jardim das Oliveiras e um foragido da justiça, suspeito de ter participado de uma dupla tentativa de homicídio em Vilhena.

De acordo com o registro da ocorrência ao assumir o plantão e ter conhecimento de alguns furtos e roubos ocorridos nos últimos dias na cidade, a guarnição deu início a um patrulhamento ostensivos em prol da identificação e prisão dos responsáveis, até que recebeu informações de que uma residência localizada na Avenida 1705, no Jardim Primavera, vinha sendo usado como esconderijo  de algumas pessoas suspeitas.

Durante monitoramento do local, os militares avistaram o momento em que um jovem, mais tarde identificado como Tiago Martins da Silva, de 26 anos, chegou ao local em uma motocicleta Honda CG Titan de cor vermelha e entregou um embrulho para o morador.

Diante dos fatos os policiais procederam em abordagem e os suspeitos tentaram empreender fuga, correndo para os fundos do quintal, no intuito de pularem o muro, porém, foram interceptados.

Tiago, que fazia uso de uma tornozeleira eletrônica não resistiu a prisão, já o morador, que a princípio forneceu o nome de Leandro da Silva para os militares, precisou ser contido através da força física.

Nos bolsos de Leandro, foram localizados, R$160, um aparelho celular e 26 gramas de maconha, que segundo mesmo, era o que Tiago havia ido entregar no local.

No imóvel, que quase não tinha móveis, foram localizados capacetes, um moletom é uma motocicleta Honda CG Titan de cor cinza. Todos os produtos possuem características similares aos usados em assaltos praticados nos últimos dias em Vilhena.

Thiago, que estava em posse de R$758, afirmou que em sua casa, localizada na Avenida Pio Meneses Veiga Júnior, no Jardim das Oliveiras, havia mais drogas similares, sendo feito deslocamento até o imóvel, onde de fato foram encontrados 142 gramas de maconha e seis gramas de crack escondidos em vários pontos, assim como material usado no embalo dos entorpecentes.

Diante dos fatos, os suspeitos  receberam voz de prisão e foram conduzidos a delegacia, onde Leandro acabou confessando se chamar Márcio da Silva Barbosa, de 29 anos, que já possui um mandado de prisão.

Texto e fotos: Extra de Rondônia

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO