Um jovem procurou a Polícia Civil de Vilhena para registrar uma denúncia, após ter sido cobrado através de uma rede social, por duas garotas de programa, que o mesmo assumiu não ter pagado.

De acordo com o denunciante, ele contratou os serviços de duas jovens residentes no Bairro São José, através do aplicativo whatsapp pelo valor de R$ 200,00 e que após ir até a casa delas no dia 26 de dezembro e mantido relações sexuais com as duas, garantiu que as pagaria no dia seguinte, devido estar desprovido de dinheiro no momento.

Como não conseguiu a quantia, o jovem acabou atrasando um pouco mais o pagamento e acabou tendo conhecimento de que as garotas criaram um perfil falso no Facebook, através do qual postaram em paginas de compras e vendas, sua foto com uma tarja vermelha, escrita “Caloteiro”.

Diante dos fatos, o contratante achou cabível registrar uma ocorrência de difamação contra as jovens por exporem sua imagem.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustrativa


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO