Na manhã da última quarta-feira 16, a equipe de reportagem do Extra de Rondônia entrevistou os representantes da Secretaria de Assistência Social (Semas) para falar sobre os procedimentos de emissão do Registro Geral (RG), os prazos de agendamento e a importância da renovação do documento.

Durante a conversa, o secretário adjunto Rafael Nunes Reis explicou que para solicitação do RG é preciso se direcionar até a Semas, pois é o único posto de emissão no momento. “Ao chegar aqui, será feito um agendamento no dia, após, a pessoa retorna para emissão do RG”.

Em relação às filas de espera para o cadastro, Rafael pontuou que nos meses de dezembro e janeiro os pais estão se preparando para as matriculas dos filhos, e um documentos necessários é o RG, devido a isso, a procura pelo registro sofreu um grande aumento, o que faz com que algumas pessoas sejam agendadas para até três meses.

“Os pais deixam para a última hora e a fila é grande, até porque estamos com duas atendentes para cadastro e uma para entrega, mas geralmente em período normal à espera para a emissão é de um mês, já para entrega é de até 45 dias”, enfatizou ele.

Rafael detalhou ainda que um outro problema enfrentado é o da entrega de documentos, pois muitos fazem seu registro e não buscam, o que tem gerado um grande acumulo. “Hoje temos cerca de 700 RG’s prontos para serem retirados”.

MUDANÇA DE LOCAL
O secretário contou também que o governo anterior realizou um convênio com alguns municípios para que fossem criados novos postos de emissão, por isso ocorreu à transferência da Polícia Civil para a Semas.

“O lado positivo da mudança é que a emissão e a fila de espera aqui na Semas diminuiu muito em relação ao antigo local, mas o negativo é que não houve abertura de novos postos de emissão”, disse.

PARA EMISSÃO
De acordo com o representante da Semas, no próprio agendamento há um horário para a pessoas realizarem o cadastro, e caso percam a data é necessário voltar e fazer um novo cadastro. “A demanda é bem grande,  são feitos 30 RG’s por dia, o que chega a cerca de 600 por mês”.

Rafael lembra que para a emissão é necessário: certidão de nascimento ou casamento, duas fotos 3×4 e CPF.

O secretário frisa ainda que o RG é um documento base, utilizado para maioria dos cadastros, mas a população tem deixado para última hora, o que acaba gerando transtornos. “Olha RG é obrigatório, após o nascimento já deve ser feito. Uma dica que dou é a de não deixar para última hora. Procurem antecipadamente, até porque Rondônia ainda está caminhando para que possamos emitir o RG na hora”.

MATRÍCULAS EM ESCOLAS
Rafael esclarece ainda que quem não tiver RG não perde a vaga da escola. “Fechamos um compromisso com as escolas. Todos que vem aqui hoje e informa que o documento é para matricula, nós batemos um carimbo e assinamos, dai ele é válido para comprovar que foi dado inicio no processo de emissão. Eu repito ninguém perde vaga por não ter RG”.

RENOVAÇÂO DO RG

A secretária de Assistência Social Patrícia Aparecida da Glória explica que o Registro Geral vence sim. “Não existe uma lei, mas a cada 10 anos é necessário renovar. Um exemplo claro desta necessidade é de que há pessoas que emitem o documento quando ainda são recém-nascidos, após quinze anos continuam com a mesma foto, devido a isso, orientamos para que seja feita a renovação”.

Para renovação é necessário certidão de nascimento ou casamento, duas fotos 3×4 e CPF. Além da documentação obrigatória há uma taxa de R$106,02 que pode ser emitida através do site https://dareavulso.sefin.ro.gov.br/, caso a pessoa não tenha acesso a internet ou não consiga gerar o boleto, poderá ir até a Semas.

A secretária ressalta ainda que está isento da taxa as pessoas que tiveram seu documento perdido, roubado ou seu RG emitido fora do Estado de Rondônia.

 

Texto e foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO