Brasilio Antônio Ugolini, de 61 anos, funcionário aposentado do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA), faleceu por volta das 14 horas desta quarta-feira, 30.

Brasilio era pioneiro em Vilhena, morava na região há mais de 40 anos. Nesta quarta, sofreu infarto, foi levado para o Hospital Regional, mas não resistiu e morreu.

O corpo do pioneiro será velado a partir das 20 horas na capela mortuária. O sepultamento acontece na manhã desta quinta-feira, 31, no cemitério Cristo Rei.

Brasilio deixa esposa, duas filhas e um neto.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação  

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO