Esse é o Plano – 728×90

 

Um acidente envolvendo uma caminhonete L200 Triton de cor branca placas de Cacoal, dirigida por Adair de Oliveira, de 45 anos, e um Fiat Strada de cor prata NDW 4624 placas de Vilhena, conduzida por Nivaldo ferreira de Araújo, de 62 anos, e tinha como carona José Pereira da Silva, aconteceu no final da tarde deste sexta-feira 08, no km 40 da BR-364 sentido Porto velho cerca de 30 km de Vilhena.

Segundo informações colhidas no local, o condutor da L200 bateu de leve em Fiat Strada que seguia a sua frente, com isso, devido a chuva forte, a L200 rodou na pista, e uma outra picape Fiat Strada que trafegava no mesmo sentido da rodovia bateu violentamente no meio da L200.

Com o choque, três pessoas morreram na hora e duas foram socorridas até o Hospital Regional de Vilhena (HRV), sendo uma mulher gravida e um garoto de 12 anos, o menino morreu assim que deu entrada no hospital, a gestante está em estado gravíssimo. Informação extra-oficial dá conta que a L200 presta serviços a Funai e estava transportando indígenas.

O caminhão de desencarceramento está no local para retirar das ferragens o motorista que morreu no local. Com o temporal, a pista está interditada para que o Corpo de Bombeiros e a polícia realize os trabalhos.

Os corpos foram removidos pela funerária São Matheus e estão no necrotério a espera de parentes para reconhecimento.

Adair de Oliveira, de 45 anos, dirigia a L200 Triton – morreu preso as ferragens
Nivaldo Ferreira de Araújo, de 62 anos, conduzia o Fiat Strada – morreu no local, tinha como carona José Pereira da Silva que também sofreu morte instantânea

 

 

Texto e fotos: Extra de Rondônia

Fhemeron 468x60px
Esse é o Plano – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO