Na tarde desta sexta-feira, 15, populares se reuniram em frente ao escritório da Eletrobrás de Vilhena para protestarem contra o aumento na tarifa de energia elétrica.

Josias Souza Santos, disse a reportagem do Extra de Rondônia que o aumento é abusivo e injusto com a população que sofre com o desemprego.

Para a empresária Carmem Lúcia, está inviável manter sua empresa aberta pagando tantos impostos e agora com esse aumento terá que pensar seriamente se fecha as portas e dispensa três funcionários ou trabalha no vermelho.

O objetivo dessas manifestações em todo o Estado é de que a empresa responsável reveja a taxa acrescida de 27,5% e busque outra solução para não prejudicar o consumidor. A empresa emitiu nota a respeito do assunto.

Leia nota na íntegra

Em cumprimento à decisão do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) que suspendeu a liminar que impedia o reajuste na tarifa de energia em todo o estado de Rondônia, a Ceron informa que, a partir de 16 de janeiro, os clientes estão recebendo a fatura de energia elétrica com o reajuste calculado e divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em 13 de dezembro de 2018.

Apenas nesta fatura está contabilizado o consumo referente ao período em que a liminar esteve em vigor – de 21 de dezembro/18 a 16 de janeiro/19. Para cerca de metade dos clientes, esse valor não ultrapassa R$ 25. A decisão da justiça federal preserva e respeita a legislação vigente do setor elétrico e está sendo cumprida conforme determinado pela Aneel.

A Ceron informa ainda que, em 2019, vai investir R$ 470 milhões em melhorias da rede de distribuição, reiterando o seu compromisso com a população de Rondônia de oferecer energia segura e de qualidade, contribuindo para o conforto dos seus clientes e com o desenvolvimento econômico da região.

https://

Texto: Extra de Rondônia

Fotos e Vídeo: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO