Na manhã de sexta-feira 01, visitou a redação do Extra de Rondônia a detetive particular Maria da Conceição de Azevedo Correia, mais conhecida como Conceição, para esclarecer os rumores de ilegalidade dos serviços oferecidos.

Conceição explica que no momento da entrevista se expressou de forma equivocada, pois as investigações eletrônicas são feitas dentro da legalidade através de consulta de dados em programas de cadastros de pessoas físicas.

Além do mais, não possui acesso a conversas de telefone e internet, pois só é possível com autorização judicial. “Me equivoquei e não posso oferecer esses serviços, pois resultaria em processos judiciais”.

A detetive finaliza enfatizando que trabalha com investigações legais e sim produz fotos, vídeos e áudios com todo o respaldo que a lei oferece.

 

Texto e foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO