Nesta quarta-feira, 6, moradores do bairro Jardim Eldorado, em Vilhena, entraram em contato com a redação do Extra de Rondônia, onde relataram que estão indignados com a falta de policiamento ostensivo no horário vespertino e noturno nas proximidades do Centro Estadual para Educação de Jovens e Adultos (Ceeja).

De acordo com um morador que preferiu não se identificar com medo de represálias, disse que nos horários de entrada e saída, o portão do Ceeja virou ponto de encontro de estudantes para venda e consumo de drogas, principalmente maconha.

Os moradores relatam que alunos de um colégio estadual nas proximidades estão com medo de passar pela rua neste horário, pois recebem ameaças de traficantes e estudantes que se drogam antes de entrarem na sala de aula.

De acordo com os moradores, denunciaram o fato para a direção da escola, porém, tiveram como resposta que não podem fazer nada, pois os alunos não estão dentro da instituição e sim no portão do lado fora.

Contudo, os moradores pedem ao comando da Polícia Militar (PM), que mantenha uma viatura nas imediações do Ceeja das 12h30 as 13h15 das 17h00 as 17h30 e das 18h45 as 19h15 – para coibir a venda e o consumo de entorpecentes que está crescendo a cada dia.

 

sicoob credisul

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO