8 de março foi adotado pelas Nações Unidas, tendo com o objetivo lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas

O plenário da Assembleia Legislativa aprovou requerimento dos deputados Laerte Gomes (PSDB), Cassia Muleta (Podemos) e Rosângela Donadon (MDB) para a realização de sessão solene, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O evento vai acontecer no dia 11 de março, as 15 horas no plenário das deliberações.

A proposta em conjunto é um reconhecimento dos parlamentares sobre a importância da data, 8 de março. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Laerte Gomes ressaltou o contexto de lutas feministas por melhores condições de vida e de trabalho, e pelo direito do voto. “Temos em nossa sociedade mulheres guerreiras e aguerridas, que ao longo dos anos conquistaram seu espaço. Além disso, a cada ano mais mulheres quebram barreiras e paradigmas e se colocam em posição de destaque”, frisou.

A deputada Cassia Muleta, disse que a homenagem é muito importante para a classe feminina, pois existe o empoderamento e o desejo de ocupar novos espaços e defender novas bandeiras.

“Não podemos permitir retrocesso em nenhuma conquista alcançada até aqui. A participação social nas mais diversas áreas, mantém cada mulher ciente sobre a luta pelos seus direitos, com total igualdade entre gêneros, por exemplo”, afirmou a parlamentar.

Para a deputada Rosângela Donadon, nada mais justo que o Poder Legislativo realize a homenagem. Ela defendeu que as mulheres precisam estar mais envolvidas com a política, ao citar apenas duas representantes na Casa de Leis de Rondônia. “Esse quadro precisa ser alterado. Sabemos que existem em nosso Estado e em todo país, mulheres muito capazes de ocupar cargos dos mais diversos níveis. Elas precisam tomar posse desse poder e mostrar para sociedade do que são capazes”, pontuou Rosângela.

O Dia Internacional da Mulher surgiu no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa. Na década de 1970, o ano de 1975 foi designado pela ONU como ao Ano Internacional da Mulher e o 8 de março foi adotado pelas Nações Unidas, tendo como objetivo lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres, independente de divisões nacionais, étnicas, linguísticas, culturais, econômicas ou políticas.

Autor: Eláine Maia

Foto: José Hilde


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO