Foto: Ilustrativa

O caso foi registrado na madrugada desta terça-feira, 12, em um cabaré, localizado na Avenida 1705, no Jardim Primavera, em Vilhena, onde um homem de 34 anos foi preso por agredir física e verbalmente uma guarnição policial, após se negar a pagar a conta.

De acordo com o registro da ocorrência, a proprietária do estabelecimento relatou que o referido cliente já chegou ao local alterado e pediu uma cerveja. Porém, ao ser informado que somente seria servido após pagar pela bebida, o homem se irou e empurrou uma das atendentes, ameaçando quebrar o bar.

Não satisfeito, o cliente invadiu o local exclusivo para funcionários e se apossou de uma garrafa de cerveja, momento em que a dona do cabaré chamou a polícia militar.

Quando uma guarnição chegou ao local, solicitou que o cliente pagasse a conta e diante da recusa do mesmo, lhe deu voz de prisão, o que o deixou ainda mais alterado, vindo a chamar os policiais de “vagabundos folgados” e partindo para a pancadaria.

Diante da agressividade do agente, que investiu contra a guarnição com socos e chutes, os militares fizeram uso da força física para contê-lo, o que lhe causou uma lesão no nariz e vermelhidão no rosto.

Após ser contido, o cliente foi conduzido até a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) para serem tomadas as devidas providências.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO