Queimada 728×90
Durante o evento foi lançado a 4ª edição do Concafé/ Foto: Divulgação

A propriedade rural do Ademar Schimidt e família, localizada na linha 05 em Alta Floresta D’Oeste (RO), foi a escolhida para celebrar a abertura da colheita do café em Rondônia. O evento foi organizado pela prefeitura, Secretaria de Agricultura de Rondônia (Seagri) e Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater).

Ainda durante o evento, foi lançada a 4ª edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café (Concafé). Pelo terceiro ano consecutivo a Revista AgroRondônia de Cacoal e a Jacomim Agropecuária e Irrigação, com sede em Alta Floresta,serão os patrocinadores da categoria sustentabilidade. As inscrições para o Concafé são gratuitas e podem ser feitas até o dia 9 de agosto.

Os anfitriões do evento, família Schimidt, são capixabas, vieram do Espírito Santo, com o sonho de melhorarem de vida com o cultivo do café. Após chegarem em Rondônia, se instalaram na área rural de Alta Floresta e hoje a principal atividade financeira da família é o manejo do grão.

De acordo com o secretário estadual de Agricultura Evandro Padovani, Alta Floresta é um dos municípios de Rondônia que mais vem se destacando na cafeicultura. “Em todos os concursos que fazemos, Alta Floresta sempre está pontuando. É uma região que tem muitos produtores, com aptidão para a cafeicultura e a tendência é crescer cada vez mais”.

PREMIAÇÃO

O Concafé é uma realização do Governo do Estado de Rondônia, por meio da Emater e da Superintendência de Desenvolvimento Industrial (Sedi), que tem como superintendente Sérgio Gonçalves da Silva, a Câmara Setorial do Café do Estado de Rondônia, através do presidente Ezequias Brás Neto, ou Tuta Café, também não tem medido esforços para que o evento aconteça.

O concurso já é considerado o maior concurso de café robusta do Brasil. Nesta edição dará R$ 40 mil em prêmios, nas categorias qualidade e sustentabilidade. Na categoria qualidade, serão premiados os três melhores colocados, tendo como patrocinadores o Grupo 3 corações, Pinhalense, Café Nova Era e Alianza e Lacoop. Já na categoria sustentabilidade a premiação vai para apenas um produtor.

INSCRIÇÃO

Segundo o coordenador do concurso, Janderson Dalazen, para participar, o produtor precisa ter o café colhido na safra de 2019, ter um lote mínimo de cinco quilos do café. Dessas sacas retirar uma amostra de três quilos e encaminhar para a comissão organizadora, que envolve as Emater de todos os municípios de Rondônia. Também é importante que o produtor colha o café quando já estiver bem maduro, com mais de 80% dos grãos em ponto cereja.

As inscrições podem ser feitas em qualquer escritório da Emater do Estado de Rondônia, de forma gratuita. O resultado do concurso será divulgado no dia 3 de outubro em Cacoal.

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO