Os vereadores estiveram na escola para discutir proposta de regionalização / Foto: Divulgação

A procura pelos cursos oferecidos pela Assembleia Legislativa (ALE) aumentou, após a abertura do ano letivo no dia 1º deste mês de abril.

Os vereadores de Cabixi, Otávio Guimarães (MDB) conhecido como Galera, e Ilmar da Serraria (PDT) estiveram na escola mantendo contato com o diretor geral, Fábio Ribeiro visando regionalizá-los.

Galera e Ilmar querem a aplicação de cursos no município, pois há dificuldades com a mão de obra qualificada, isso porque segundo eles a oportunidade que a Escola do Legislativo oferece é única. “Temos  condições de melhorar a qualidade de vida da nossa população oferecendo cursos fundamentais nos dias de hoje, como informática, Libras, redação técnica, dentre outros”, justificou Galera.

A escola oferece mais de 20 cursos visando a melhoria da mão de obra do servidor público da Assembleia Legislativa, governo do Estado, Tribunais (Justiça, Contas), Ministério Público, além de prefeituras e câmaras municipais, sem custo para o favorecido.

A regionalização dos cursos, segundo o diretor Fábio Ribeiro ocorrerá a partir do segundo semestre, após o recesso legislativo. “O presidente da ALE, Laerte Gomes (PSDB), que assumiu em fevereiro último está ajustando a ´máquina` administrativa dentro da realidade econômica do legislativo estadual, que trabalha com orçamento elaborado em 2018. E a escola está entre as prioridades do seu governo”, explicou Fábio.

Mercado Paulista

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO