Joel foi preso no final da manhã desta sexta-feira, 19, por policiais da Patamo/Extra de Rondônia

O fato foi registrado na tarde desta sexta-feira, 19, pela guarnição do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais da Patamo receberam informação que um homem identificado como sendo Joel Mendes da Silva, acusado de ter cometido homicídio em Pontes e Lacerda no Mato Grosso e estupros em Colniza-MT e Vilhena, poderia estar escondido numa casa na Rua 1703, no bairro Jardim Primavera, em Vilhena.

Com isso, a guarnição da Patamo foi até ao local e confirmaram que haviam três pessoas no imóvel e uma delas era Joel Mendes da Silva, no qual foi detido.

Ao puxar no Banco Nacional de Mandados de Prisão, constatou que contra Joel havia mandado de prisão em regime fechado expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena, por estupro de vulnerável.

Joel disse aos policiais da Patamo que chegou há poucos dias do Mato Grosso. Com isso, foi feito contato com a polícia daquele Estado e em nova busca no sistema foi encontrado mandado de prisão preventiva em seu desfavor expedido pela Vara Única da Comarca de Colniza-MT. Este ele responde pela acusação de ter estuprado três enteadas, sendo uma de sete anos, uma nove anos e uma de onze anos.

Diante dos fatos, Joel Mendes da Silva, foi levado para a delegacia, onde foi feito o boletim de ocorrência, depois passou por exame de corpo de delito e entregue no Centro de Ressocialização Cone Sul.

Joel é acusado de homicídio e quatro estupros de vulnerável/ Foto: Extra de Rondônia

 

 

Mercado Paulista

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO