Vilhenense recebeu a taça de campeão / Foto: Extra de Rondônia

Mesmo empatando com Ji-Paraná em 1 a 1, o Vilhenense conquistou seu primeiro título na história do futebol rondoniense.

A partida, que aconteceu no estádio Arnaldo Lopes Martins na tarde deste sábado, 27, foi válida pelo jogo de volta da decisão. No sábado passado, Vilhenense venceu pelo placar de 1 a 0 o Ji-Paraná, na casa do adversário (leia AQUI).

Hoje, empolgado pelo comparecimento em peso de sua torcida, o “Leão do Portal” começou a partida no ataque. Aos quatro minutos, Ariel ganhou dividida do zagueiro Marcelo, avançou livre e finalizou, o goleiro Rocha espalmou e, na sobra, Ariel cabeceou para colocar o Vilhenense em vantagem.

O Ji-Paraná não se intimidou e seguiu em busca do seu gol. Aos 37 minutos, o Ji-Paraná teve a oportunidade em cobrança de penalidade, mas Cabixi desperdiçou, finalizando para fora.

Na volta do intervalo, o Vilhenense voltou a assustar. Com um minuto de jogo, Xavão tabelou com China e bateu forte, mas a bola cruzou lentamente a frente do gol do goleiro Rocha.

Aos 12 minutos, Luciano Mourão chega forte em Turquinha e, em seguida, os jogadores se estranham em campo. Após a confusão, o volante Nick, do Vilhenense, foi expulso, apesar do jogador do Ji-Paraná ter feito a falta. O mesmo destino teve o técnico Batizzoco.

Aos 16 minutos, o Galo da BR conseguiu chegar ao seu gol de forma questionável marcado pelo bandeirinha. Radialistas que narravam o jogo afirmaram que a bola não entrou no gol.

Depois, o time pressionou e, mesmo com a superioridade de ter um jogador a mais em campo, o Ji-Paraná não conseguiu marcar.

Faltando pouco tempo para concluir, o árbitro Jonathan Antero concedeu 15 minutos de acrescimento, fato inédito, principalmente, em finais do futebol rondoniense.

Com o resultado, o Vilhenense conquista seu primeiro título estadual – e o sexto da cidade de Vilhena devido ao VEC ter conquistado seus títulos – e está garantido na Copa do Brasil 2020 e na Série “D” do campeonato brasileiro. Já o Ji-Paraná está confirmado na Série “D” do campeonato brasileiro.

ESCALAÇÃO TÉCNICA:

VILHENENSE: Gil, Xavão, JR. Porto, Pablo, Júlio Cesar, Wembley, Nick, Tukinha, Lagoa; China e Ariel. Técnico: Tiago Batizoco

JI-PARANÁ: Rocha, Marcelo Alves, Caldeira, Charlinhos, Glaybson, Johnntan, Wanderson, Fagner; Luciano Mourão, Douglas e Cabixi. Técnico: Paulo Schardong.

Comemoração do gol de Ariel aos quatro minutos do primeiro tempo / Foto: Extra de Rondônia
Time comemora vitória / Foto: Extra de Rondônia

https://


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO