Estamos em guerra 728×90
Última sessão na Câmara de Vilhena / Foto: Divulgação

Preocupados pela falta de participação popular, os vereadores pretendem radicalizar e estariam dispostos a voltar a realizar as sessões ordinárias na parte da manhã na Câmara de Vilhena.

Na legislatura 2013/2016, as sessões eram promovidas nas terças-feiras, como início às 8h00. Com o “clamor” de mudança por parte dos munícipes, os edis decidiram, como 1º ato da atual legislatura em 4 de janeiro de 2017, alterar as sessões para o período noturno, iniciando às 19h30.

Dois anos e seis meses se passaram e agora os parlamentares estariam dispostos a apresentar um projeto de Resolução para que as sessões voltem à parte de manhã.

Ouvido pelo Extra de Rondônia, um vereador confirmou a intenção, mas afirmou que isso só será possível se a decisão final for da Mesa Diretora, hoje formada por Ronildo Macedo (Presidente), França Silva e Rafael Maziero (1º e 2º vice-presidentes, respectivamente), Célio Batista (1º Secretário) e Samir Ali (2º Secretário).

Ainda, conforme o parlamentar, a previsão é que a Resolução seja aprovada ao retorno dos trabalhos legislativos do segundo semestre, mas pode ir a apreciação do plenário a qualquer momento, a critério da Mesa Diretora.

ESTRATÉGIA FRACASSA

A estratégia com as sessões noturnas era atrair a participação popular em decorrências das justificativas de que, na parte da manhã, a sociedade não tinha tempo para acompanhar as decisões e votações no parlamento.

Contudo, nas últimas semanas, alguns vereadores ocuparam a tribuna da Casa de Leis para reclamarem da falta de público nas sessões.

O vereador Subtenente Carlos Suchi, dias desses, lamentou a situação. “É uma pena que a população não acompanhe as sessões. Mudamos o horário das sessões para a noite para que a população pudesse acompanhar, mas infelizmente são poucas”, disse.

Já que poucas pessoas vão à sessão na Câmara, a estratégia implantada pelos vereadores Rafael Maziero e Vilson Tabalipa é a realização das sessões itinerantes nos bairros e distritos (leia AQUI).

 

 

 

 

 

 

 

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO