Esse é o Plano – 728×90

 

Motorista pulou do caminhão em movimento com uma arma na mão e fugiu para mata/Fotos: Extra de Rondônia

Conforme Boletim de Ocorrência (BO) a Central de Operação da Polícia Militar (PM), de Vilhena, recebeu informação da Polícia Civil do Estado do Mato Grosso, dando ciência um cavalo mecânico Volvo FH 500, de cor branca, com placas de Luz – Minas Gerais, acoplado a uma carreta da marca Guerra também com placas de Luz – Minas Gerais, no qual tinha registro de roubo.

Contudo, a carreta foi recuperada nesta quinta-feira, 23, na cidade de Juína. A carga de adubos, não foi encontrada pela polícia. Entretanto, a informação era de que o caminhão estava trafegando pela BR-174, sentido Vilhena.

Com isso, várias viaturas foram deslocadas para a rodovia no intuito de localizar o veículo. Entretendo, no Km 57 – foi visualizado pelos policiais militares um caminhão com as mesmas características do que havia sido roubado, porém, com placas de Rondonópolis – MT. Todavia, os militares posicionaram viaturas na pista para fazer a abordagem.

O motorista ao ver o bloqueio diminuiu a velocidade, mas ao chegar perto acelerou o caminhão, percebendo que o condutor não iria parar, os policiais abriram fogo contra o veículo, com isso, o motorista fez uma manobra quase tombando o caminhão conseguindo passar pelo bloqueio e prosseguiu a fuga sentido Vilhena, fazendo diversas manobras perigosas para que as viaturas não conseguissem ultrapassá-lo.

Quando próximo a um entroncamento de uma estrada vicinal o motorista abril a porta e pulou com uma arma de fogo aparentando ser revolver apontando para os policiais. O suspeito deixou o veículo ligado e fugiu para a mata. A placa NUF-8874/Rondonópolis era clonada.

Policiais do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) e outras guarnições estão fazendo buscas para tentar localizar o motorista.

Fhemeron 468x60px
Esse é o Plano – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO