Queimada 728×90
Sede da Aciv na avenida Capitão Castro / Foto: Arquivo

O prefeito Eduardo Japonês (PV) enviou à Câmara de Vilhena o projeto de lei 5.681/2019, que tem por objetivo autorizar o Poder Executivo a realizar repasse financeiro de R$ 36.275,00 para a Associação Comercial e Empresarial de Vilhena (Aciv).

A propositura foi protocolada às 9h05 desta segunda-feira, 8, apenas lida na sessão ordinária na noite desta terça-feira, 9, e deve ser votada em plenário no próximo encontro do Legislativo.

Através de ofício, Olino Zoche, presidente da entidade, solicitou o repasse para viabilização da Feira Rondônia Rural Sul realizada entre os dias 3 a 7 de julho, que surgiu através da fusão entre a própria Aciv e a Associação Vilhenense dos Agropecuaristas (Aviagro).

“Juntas vislumbram a necessidade de fomentar a produção agrícola e pecuária no Cone Sul de Rondônia, bem como, proporcionar em um só local, um só evento, atrações ligadas ao entretenimento, diversão e gastronomia”, disse o líder empresarial em ofício enviado a Japonês.

Mesmo sem ainda ser votado pelo Legislativo, o prefeito determinou à Secretaria Municipal de Administração (Semad) a abertura do procedimento administrativo para atender a solicitação.

Prefeito determinou à Secretaria de Administração (Semad) a abertura do processo / Foto: Extra de Rondônia

CONTRÁRIO A REPASSE

Porém, o posicionamento da entidade empresarial há alguns anos não era o mesmo de hoje. Em julho de 2015, a mesma Aciv que hoje pede “apoio financeiro”, era contra o repasse de verbas públicas.

Naquela ocasião, a Câmara de Vereadores aprovou, por maioria de votos, convênios de R$ 50 mil e R$ 15 mil, destinados à Aviagro e CDL, respectivamente. Os diretores da Aciv se manifestaram contrários alegando que “qualquer destinação de verba pública à entidades e associações particulares precisa ser analisada com muito critério. Até porque este repasse é para a realização de uma festa que se mantém sozinha pelo próprio lucro” (leia mais AQUI).

Ainda, naquela ocasião, o empresário Éloi Maria já era membro da entidade empresarial. Hoje, além de ser secretário municipal de agricultura de Vilhena, Éloi continua exercendo cargo na Aciv, mas na condição de vice-presidente, conforme aponta a página oficial da própria instituição.

Éloi Maria, que é secretário de agricultura na prefeitura de Vilhena, consta como vice-presidente da página oficial da Aciv / Foto: Extra de Rondônia

OUTROS “CONVÊNIOS”

Pedidos de repasses de verbas públicas por entidades particulares virou rotina em Vilhena. Além da Aciv, mais duas entidades solicitaram apoio financeiro nesta semana justificando “cooperação” técnica: o Sebrae pediu R$ 200 mil e o Senai R$ 60 mil. Estes assuntos serão tratados em reportagem posteriores.

 

 

 

 

segurança – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO