Queimada 728×90
Chef Alessandro Rodrigues / Foto: Assessoria

Quem participou da aula-show realizada na terça-feira, 16 de julho, no Espaço Gourmet do CTC Sicoob Credisul, aprendeu a técnica do sous-vide com o chef amazonense Alessandro Rodrigues.

O chef veio de Manaus (AM) especialmente para o evento realizado no 3º Sicoob Sabor – Festival Gastronômico e Cultural de Vilhena.

A técnica do sous-vide, em francês ‘sob vácuo’, se refere a um método de cozinhar em sacolas plásticas seladas a vácuo em baixas temperaturas por um tempo maior que o tradicional. Na aula-show, o chef vencedor do Concurso EnChefs 2017 AM e especialista em comida amazônica, preparou uma peça de fraldão de aproximadamente 2kg utilizando o método.

A carne foi temperada e embalada e passou por cerca de 4 horas cozinhando na água em temperatura de 65ºC. Depois do cozimento, ela foi retirada do plástico e cortada. Para finalizar, o chef selou o alimento em uma frigideira. “Ela pode ser servida sem estar selada também, a selagem vem para dar cor e melhorar a apresentação”, explicou o chef.

O ponto do alimento foi o que mais impressionou o público. Por ser preparada em um cozimento lento e em baixa temperatura, a carne cozinhou de forma uniforme, mantendo umidade e sabor. Para concluir o prato, o chef preparou de acompanhamento purê de batatas, molho de açaí e picles de cebola roxa. Ao final, os participantes da aula degustaram as receitas juntas e a aprovação foi unânime.

A aula-show com o chef Alessandro Rodrigues teve inscrição gratuita e entrada 1 kg de alimento não-perecível. Os alimentos serão doados ao final do festival para uma entidade filantrópica da cidade. Confira mais fotos clicando aqui.

Para concluir o prato, o chef preparou de acompanhamento purê de batatas, molho de açaí e picles de cebola roxa / Foto: Assessoria
saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO