Queimada 728×90
Luizinho e autoridades na “Rodovia do Boi” / Foto: Assessoria

O deputado estadual Luizinho Goebel (PV) percorreu neste final de semana a “Rodovia do Boi”, estrada localizada no município de Corumbiara, na região sul, e que dá acesso à região da Zona da Mata rondoniense.

Ele esteve acompanhado do Diretor Geral do Departamento de Estadas e rodagem (DER), Coronel Meireles, do vice-governador Ze Jodan, do deputado estaduial Ezequiel Neiva e outras autoridades municipais.

Luizinho Goebel intercedeu junto ao governo de Estado em favor dos pecuaristas e agricultores da região, já que a rodovia é uma das principais para o escoamento da produção agropecuária do Cone Sul e também da Zona da Mata de Rondônia.

A estrada recebeu maquinário pertencente ao DER, que irá ser recuperada em parceria com pecuaristas e agricultores da região que vão contribuir com máquinas, caminhões e combustível.

A estrada tem quase 200 km de extensão, começando em Parecis, na zona da Mata, até Corumbiara, no Cone Sul. A rodovia garante a economia de pelo menos 150 km aos produtores que precisam transitar entre as duas regiões. Antes, esse trajeto era obrigatoriamente realizado pela BR-364.

O deputado disse que esta e outras rodovias merecem atenção especial por atender um dos maiores centros produtivo de grãos e bovinos em Rondônia.

“Muitas pessoas da cidade não têm conhecimento da alta produção agrícola e pecuária que existe aqui”, frisou o parlamentar, ao destacar a importância da estrada.

Os empresários e pecuaristas afirmaram que é importante que o governo e as autoridades enxergam as necessidades e que valorizam o potencial da região.

Luizinho explica ações do DER a pecuaristas da região / Foto: Assessoria

REGIÃO DE ALTA PRODUÇÃO

O parlamentar destacou que a região de latossolo vermelho que se estende pelos municípios de Chupinguaia, porção norte de Pimenteiras do Oeste e Corumbiara, possuem hoje mais de 152 mil hectares de áreas de lavoura, arroz, soja e milho, que, segundo dados do IBGE, resultaram na produção de 589,5 mil toneladas de grãos, na safra 2017/2018, o que representa 30% da produção total do Estado de Rondônia.

A região é caracterizada por terras férteis, topografia plana, com elevado potencial agrícola. Estima-se que a atividade ocupe pouco mais de 20% do potencial desta região. O principal obstáculo para consolidar a região como a maior produtora de grãos do Estado é a precariedade das estradas.

A “Rodovia do Boi” permite economia de 150 km de frete até Porto Velho.

Conforme o mapa, para a produção que sai de Corumbiara, até alcançar a BR 364 em Presidente Médici, são 270 km. Pela rota tradicional, são 420 km, porque retorna até Cerejeiras, trevo em Vilhena, para então alcançar a BR-364.

saude 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO