Esse é o Plano – 728×90

 

Esta não é a primeira vez que o médico recebe a homenagem da autarquia / Foto: Divulgação

O legado deixado em Vilhena, assim como toda a trajetória e história de pioneirismo fez com que o médico oftalmologista e ex-conselheiro, Marco Túlio Costa Teodoro, fosse o homenageado da “VI Semana Científica do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia” (Cremero), um dos eventos do projeto de educação médica continuada mais importantes.

Não é a primeira vez que o médico recebe uma homenagem da autarquia. Em 2017, o especialista recebeu em Vilhena uma comenda do conselho pelos seus mais de 35 anos de dedicação à medicina. Em novembro de 2018, a Delegacia Regional de Vilhena também recebeu o nome do médico que faleceu em maio do mesmo ano em decorrência de um câncer.

Marco Túlio nasceu em Uberaba (MG), fez sua especialização em oftalmologia no Rio de Janeiro e em seguida mudou-se para Campo Grande (MS). Após três anos, por motivos familiares, mudou-se para Vilhena. Foram 37 anos de dedicação exclusiva à cidade que o acolheu e que ele ajudou a construir.

Em entrevista à TV Allamanda de Vilhena em 2016, Marco Túlio Costa Teodoro contou um pouco da sua história de vida no quadro “Minha Terra, Minha Vida”. Na oportunidade, o especialista lembrou de momentos que marcaram a sua carreira e as dificuldades enfrentadas ao se mudar para uma cidade que enfrentava grandes desafios, como a constante falta de energia.

“Eu era o único médico em um raio de 350 quilômetros. Fui o primeiro oftalmologista de Vilhena” lembrou com orgulho.

O médico homenageado sempre atuou massivamente e de diversas formas, contribuiu para o crescimento não somente daquela região, mas também do Estado. Teve consultório em Colorado, atuou em Cerejeiras como médico do Detran e também trabalhou prestando serviços como médico legista.

Participou da Comissão de Reforma Agrária de Rondônia, do zoneamento socioeconômico ecológico e também da criação da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron).

Na medicina, o médico que outrora já havia diagnosticado o tracoma, uma doença bacteriana infecciosa em algumas aldeias indígenas do Mato Grosso, passou a ser então voluntário junto ao Ministério da Saúde no combate da doença em Rondônia.

“Ele foi um excelente médico, homem, pai e um pecuarista apaixonado. Se Rondônia tem hoje a pecuária que tem, deve muito a Marco Tulio” enfatiza um de seus amigos, o médico veterinário Fernando José Soares Pinto que também atuou na linha de frente para a criação da Idaron.

Marco Tulio faleceu aos 66 anos. Foi casado e teve três filhos. Dois deles,  Marco Tulio de Freitas Teodoro, hoje, conselheiro do Cremero e delegado regional de Medicina em Vilhena, e Leonardo de Freitas Teodoro seguiram a carreira do pai e exercem a oftalmologia.

SOBRE A “VI SEMANA CIENTÍFICA DO CREMERO”

A 6ª edição começa na próxima quarta-feira 21, e segue até o dia 24 de agosto nas dependências do Cremero. O evento reunirá diversos especialistas para falar de assuntos relevantes ao tema deste ano que é a “Saúde do Idoso”.

Durante os quatro dias de evento os participantes assistirão à palestras que abordarão temas como dor total, doença de alzheimer, sarcopenia e osteoporose, idoso caidor, sono e envelhecimento, depressão na terceira idade, parkinson e tremor essencial, infecção urinária nas idosas entre outros.

Uma grande novidade para esta edição é a participação massiva da comunidade. O evento será aberto ao público no sábado 24, com atividades voltadas exclusivamente para os idosos: “Envelhecimento e Vaidade”, “O Idoso e a Tecnologia” e atendimentos na área da saúde e entretenimento com a participação especial da equipe do Sesc/RO.

O evento é uma realização do Cremero e tem como coordenadora a médica oftalmologista  Hévila Rolim.

Banner oficial / Foto: Divulgação
Fhemeron 468x60px
Esse é o Plano – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO