O lançamento do Instituto aconteceu na capital/Fotos: Reprodução

Buscando criar espaços e defender os interesses comuns do empresariado do Estado, foi criado Instituto de Ação Empresarial de Rondônia esta semana na capital.

O grupo já vinha atuando de maneira informal há algum tempo, mas a ideia de oficializar a entidade ganhou força após encontro de empresários de Rondônia com o presidente Jair Bolsonaro, no mês passado, onde assuntos de interesse comum a setores variados da economia foram assunto em debate.

De acordo com os idealizadores da organização, a meta do instituto é, em última instância, fomentar a economia e gerar empregos, através do incremento da industrialização do Estado.

O lançamento do Instituto aconteceu na capital, com a presença de investidores de todo o Estado, além de dirigentes de organizações e entidades. A proposta de unir indústria, comércio e serviços sob um mesmo organismo é considerada vital para alavancar a economia de Rondônia através da defesa de interesses comuns agregado a busca de novos caminhos para progredir.

A união e organização também são consideradas como instrumento eficaz nas relações com o poder público, tanto na definição de políticas públicas para o setor produtivo em geral como para reivindicar o atendimentos de demandas de interesse comum.

A primeira reunião oficial do Instituto de Ação Empresarial de Rondônia foi realizada na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) da capital, e teve como objetivo definir o estatuto e a diretoria da organização para este início de atividades.  A presidência do Instituto foi ocupada pelo empresário porto-velhense Francisco Holanda.

Também foi estabelecida a primeira meta para o instituto que é empreender esforços no sentido de incrementar a industrialização de Rondônia, em particular da capital, tendo em fim agregar valor aos produtos locais e gerar empregos.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO