Coluna escrita por Humberto Lago/Foto: Extra de Rondônia

Qual tem sido o custo da desorganização em nossas empresas? Resposta: Enorme porque ela provoca redução das vendas, gera despesas excessivas, produz margens menores, dificulta o fluxo de caixa. O conjunto dessas ineficiências acaba com a maioria de seu lucro!

Se esse custo é tão elevado, porquê, então, a desorganização ainda persiste em diversas de nossas empresas? Creio que isso ocorre devido ao despreparo de alguns empresários e administradores.

Durante um trabalho recente, a diretoria concluiu que a empresa estava desorganizada. Algo precisava ser feito e com urgência, porém eles não sabiam o que fazer, nem por onde começar. Então, depois de algumas reuniões, ela decidiu autorizar a fixação de duas prioridades: 1.-A introdução de “Metas” para os principais setores. Criaram-se metas de vendas, de produção, de despesas, de estoques, de resultados mensais e até mesmo metas semanais para os saldos bancários (para comprovar que o lucro contábil estaria integrando as disponibilidades financeiras); 2.-Foi informado aos colaboradores que a empresa, agora, estaria orientada para a obtenção de “Resultados”.  A diretoria determinou que essas duas ações seriam as grandes e urgentes prioridades da firma. Assim sendo, as principais funções operacionais foram redescritas e estes dois tópicos incluídos na revisão. Dessa data em diante os funcionários seriam avaliados pelos resultados obtidos e pelo cumprimento das metas.

A reação das pessoas foi impressionante! Elas entenderam e aceitaram com naturalidade a nova política. Indiretamente eles estavam nos dizendo: Estamos aqui para trabalhar; acatamos o que vier da diretoria; contem conosco. Se isso não foi feito antes, não é responsabilidade nossa. Não se ouviram reclamações, nem se soube da existência de descontentes. As pessoas não se sentiram pressionadas; estão trabalhando unidas e motivadas. A organização empresarial pressupõe um mínimo de disciplina. Sem disciplina não existe vida organizada.

Um bom planejamento precisa partir de dados confiáveis; também precisa trazer consigo um otimismo moderado e ao mesmo tempo desafiador. Exemplificando: Setembro/19 teve 24 dias úteis. Outubro/19 terá 26 dias úteis. Ou seja, suas vendas em Outubro devem ser 8,33% maiores do que as de Setembro. Quando este tipo de raciocínio é passado à equipe de vendas, eles costumam aceitar bem as metas. Há casos de empresas cujas vendas, do inicio do mês, são bem maiores do que o restante do mês. Nesse caso, o planejamento diário deve contemplar essa tendência.

Nos nossos lares, quando crianças, aprendemos alguns princípios básicos: “Usou? Guarde!” ou “Sujou? Limpe!” ou “Desarrumou? Arrume!” ou ainda “Gaste tempo organizando e você não perderá tempo procurando!”. Na vida empresarial não é diferente. Tenha metas claras; defina prioridades; envolva as pessoas; seja bem sucedido! Eu creio nisso.


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO