Diretoria do União Cacoalense / Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Após a repercussão da possível contratação do jogado uruguaio Loco Abreu, a presidência do União Cacoalense realizou uma coletiva de imprensa na tarde de quinta-feira, 25, para falar sobre a suposta contratação do jogador e sobre a preparação da equipe para o Campeonato Rondoniense de 2020.

Segundo a direção do clube, a contratação de um jogador conhecido é uma das metas para 2020.

“O nosso projeto é trazer um grande jogador para estar aqui e ser nosso “garoto propaganda”, porque o União merece estar no grande cenário brasileiro”, falou Wesley Dias, presidente do time.

CONTRATOU OU NÃO?

Questionado sobre a repercussão da contratação do jogador, o presidente explicou que foi uma brincadeira do irmão – que não estava presente na coletiva – e que não sabe explicar quais as intenções que ele teve ao divulgar a informação.

Wesley, presidente do União, também afirmou que após a repercussão, muitos torcedores ficaram esperançosos e que isso, os deixam empenhados em concretizar o feito.

Com um grande desejo de trazer o jogador uruguaio, Marcelo Galeano, gerente de esportes do time, explicou que a vinda de um jogador internacional passa por desafios burocráticos, já que por ser um jogador estrangeiro é preciso ter a Transferência Internacional de Atleta (TBS).

“Ele [Louco Abreu] tem contrato com o clube uruguaio. Ele não vem livre, vem emprestado e quando você faz o empréstimo de um atleta internacional, tem que ter o TBS. Para nós, ele vir emprestado é interessante, mas vai gerar um custo que não tem necessidade”, comentou Marcelo Galeano, gerente de esportes do time.

QUEM VEM?

A previsão do Raposa da BR é divulgar o nome do elenco até o dia 30 de novembro, com um jantar de adesão. Segundo o clube, a direção está em negociação com três técnicos, que devem ser anunciados até dezembro.

“Montar um time campeão não dá para falar porque é jogo. O nosso planejamento é montar um time competitivo”, explicou Wesley Dias, presidente do time.

Além das contratações de jogadores vindos de outros estados, o União pretende elencar no time jogadores da região e até mesmo ‘pratas da casa’. O objetivo é a contratação de 25 atletas, que ainda estão sendo analisados.

“O Ramon já assinou o pré-contrato, ele tem 31 anos, e é um cara que dentro de campo eu não vejo um meia na série A ou B igual a ele”, afirmou Marcelo Galeano, gerente de esportes do time.

 


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO