Estamos em guerra 728×90

 

Devido ao envolvimento de um servidor do TC/RO, agentes da Polícia Federal (PF) realizaram diligências na manhã desta quarta-feira, 30, nas dependências da instituição, que em nota esclarece que o caso está, a princípio, relacionado especificamente ao funcionário, e não ao Tribunal.

No entanto, os gestores da Corte garantem que assim como aconteceu hoje, estarão em permanente postura de colaboração com a PF e apoio às investigações.

>>>>>Leia nota na íntegra: 

Em razão de notícias divulgadas em portais e sítios eletrônicos locais, referentes a operações deflagradas pela Polícia Federal (PF) em Rondônia, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) esclarece que recebeu, nesta data, agentes da PF para cumprimento de ordem, visando o levantamento de dados eletrônicos relativos a um servidor da Corte – a princípio, alheios à função desempenhada por ele no Tribunal de Contas –, no que foram prontamente atendidos.

Ainda sobre o caso, cumpre esclarecer que o Tribunal de Contas manterá postura de colaboração e apoio às investigações e que, caso haja indícios de irregularidades praticadas por parte do servidor, tomará as providências necessárias à apuração de sua responsabilidade administrativo-disciplinar, por meio da Corregedoria-Geral da Corte.

Porto Velho (RO), 30 de outubro de 2019

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA

Estamos em guerra 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO