Foto: Reprodução

O brutal crime cometido em Porto Velho no mês passado, ocasião em que Fabiana Pires de Souza, 23 anos, gestante de oito meses, foi assassinada e teve o filho extraído do corpo com uma faca teve desdobramento nas investigações, com a prisão de mais uma pessoa.

Mario Barros do Nascimento, de 18 anos, foi detido na manhã da terça-feira 12 acusado de participação no episódio. Com esta prisão agora são seis os suspeitos de participação no homicídio, sendo quatro menores de idade.

De acordo com a polícia, Mario é filho de Cátia Barros Rabello, 34 anos, que seria a mentora do fatídico episódio. O crime teria sido praticado com intenção de ficar roubar o bebê, com o qual a suspeita pretendia aplicar o chamado “golpe da barriga” contra um garimpeiro com quem estava tendo relacionamento.

O acusado detido esta semana teria ajudado a ocultar o cadáver da gestante, além de ter ficado responsável por obter roupas e alimentação para o bebê, quando ele foi entregue para Cátia. O suspeito nega envolvimento, mas as autoridades estão convencidas que ele está implicado no caso, tanto em virtude das investigações como também pelo fato de outro acusado ter revelado sua participação na trama.

O caso ainda provoca muita comoção e revolta na capital, e conta com detalhes chocantes, como a participação da irmã da vítima, menor de idade, no papel de autora do homicídio, além da morte de uma criança na mesma ocasião, um garoto de sete anos, filho da gestante.

 


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO